16
Ter., Abr.
0 New Articles

Recenseamento avança com dificuldades no Niassa

O principal partido da oposição em Moçambique, a RENAMO, acusa o Secretariado Técnico da Administração Eleitoral na província do Niassa de estar a sabotar o recenseamento eleitoral. Autoridades eleitorais negam.
A acusação é feita pelo mandatário distrital da Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), Rachide Carvalho, que se queixa de várias irregularidades no processo eleitoral.

Cooperativas ajudam a tirar-nos da pobreza

Província moçambicana do Niassa foi a pioneira no processo de mapeamento e criação de cooperativas no país. No distrito de Lago, seis cooperativas estão já em funcionamento e os membros dizem-se satisfeitos.

Promover o desenvolvimento cooperativo é um dos desafios do Governo moçambicano. Neste sentido, e para atingir uma melhor organização da base produtiva no país, que atualmente está assente na informalidade, o Executivo lançou o

O gigante adormecido de Moçambique

Fonte fértil e abundante de recursos em Moçambique, Niassa é uma província adormecida em termos de desenvolvimento. Se as suas potencialidades fossem valorizadas, poderia ser o verdadeiro celeiro do país?
O Niassa ressente-se da falta de financiamento no setor agrário para catapultar a economia provincial, assim como a do próprio país. E a subida galopante dos preços dos combustíveis como consequência da guerra entre a Rússia e a Ucrânia

INGD no Niassa não vai assistir as famílias que regressam às zonas de risco

O Instituto Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres no Niassa adverte que não vai dar nenhum apoio as famílias que retornaram as áreas de riscos a inundações em Cuamba e Mecanhelas, caso sejam afectadas por calamidades nesta época chuvosa.

Elefantes invadem campos de produção em Metarica

Na província do Niassa, elefantes invadem campos de produção, no distrito de Metarica, situação que pode concorrer para a redução de resultados na produção agrícola da presente campanha.

A acção dos paquidermes incide sobretudo na cultura de feijão boer e a população pede a intervenção do governo.

Termina processo de regresso da população afectada pelo terrorismo em Mecula

Termina, esta semana, o processo de regresso às zonas de origem, da população afectada pelo terrorismo, no distrito de Mecula, província de Niassa, na sequência da melhoria das condições de segurança.

Das mil e cento e noventa e duas famílias que estavam reassentadas na vila-sede distrital de Mecula, faltavam, até esta quarta-feira, trezentas e trinta e cinco dos povoados de Naulala 1 e 2, para a conclusão do processo, que decorre em

INGD em alerta face as chuvas intensas previstas para hoje e amanhã

O Instituto Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres (INGD), em Cuamba, no Niassa, está em estado de alerta face as chuvas intensas previstas para, esta sexta-feira e sábado.

Para o efeito, o INGD, em Cuamba dispõe de quarenta tendas, identificou três centros de trânsito, e activou catorze comités de gestão de riscos, para apoiar possíveis vítimas.

Mais artigos...